Março Lilás: mês de conscientização e combate ao câncer do colo do útero

No terceiro mês do ano, além de celebrarmos o Dia Internacional da Mulher, reforçamos a importância da campanha Março Lilás, como forma de alertar, conscientizar e prevenir um dos tumores malignos mais frequentes na população feminina, o câncer do colo do útero. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), estima-se que, no Brasil, 16,35 casos sejam diagnosticados a cada 100 mil mulheres. Para saber tudo sobre câncer do colo do útero, mantenha a leitura e informe-se.

O que é câncer do colo do útero?

O câncer do colo do útero, também chamado de câncer cervical, é uma doença de evolução lenta que ocorre na parte inferior do útero, sendo causada, em sua grande maioria, pela infecção persistente do Papilomavírus Humano (HPV).


Apesar da infecção causada pelo vírus ser frequente, somente alguns casos tendem a evoluir para o câncer. Embora sua incidência esteja diminuindo, a doença ainda é a quarta maior causa de morte entre mulheres no país, por isso, merece cuidado e atenção.


Quais os principais sintomas?

Em fase inicial, o câncer do colo do útero é assintomático devido ao seu desenvolvimento lento. Quando os sintomas surgem, é comum que as mulheres apresentem:

  • Sangramento vaginal, principalmente após as relações sexuais, no intervalo entre menstruações ou após a menopausa;

  • Corrimento vaginal de coloração escura e com mau cheiro.

Já em casos avançados, outros sintomas costumam aparecer, como:

  • Hemorragias;

  • Dor lombar ou abdominal associada a queixas urinárias ou intestinais;

  • Perda de apetite e de peso;

  • Massa palpável no colo do útero;

  • Obstrução das vias urinárias e intestinais.

Como prevenir a doença?

De acordo com o Ministério da Saúde, a prevenção contra o câncer do colo do útero é feita a partir de cuidados para evitar a infecção pelo HPV. Além do uso de preservativo durante todas as relações sexuais e da realização do exame de Paponicolau, a partir dos 25 anos, a imunização contra a doença é uma das principais formas de proteção.


Vacina contra o HPV

A vacina contra o HPV tem segurança e eficácia comprovada pelo Ministério da Saúde. Ela ajuda a proteger crianças, homens e mulheres contra os tipos mais comuns do vírus. A mesma é indicada para meninas e mulheres de 9 a 45 anos e meninos e homens de 9 a 26 anos. Vale ressaltar que, quanto mais cedo ocorrer a vacinação, menor é o risco de contrair a doença. E mais, além do câncer do colo do útero, a vacina previne outros tipos de cânceres relacionados ao HPV, como o da vulva, anal, garganta e pênis.

No Mês da Mulher FarmaLíder, você encontra a vacina contra o HPV com um desconto especial, até o dia 31 de março de 2022. O serviço está disponível em nossa Clínica de Vacinação, nas unidades Doca, Praça Brasil, Quintino, Magazan Castanheira, Abaetetuba e Capanema. Confira aqui o endereço da loja mais próxima de você.


Agora que já sabe a importância da campanha Março Lilás para a prevenção do câncer do colo do útero, compartilhe essa matéria em suas redes sociais e ajude outras pessoas a se manterem informadas.

Posts recentes

Ver tudo