Alimentação como grande aliada contra a hipertensão

A hipertensão arterial é uma doença assintomática que afeta cerca de um terço da população brasileira, incluindo crianças e idosos. A “pressão alta”, como é popularmente conhecida, ocorre quando a força do sangue contra as artérias é igual ou superior a 140/90 mmHg ou 14 por 9, fazendo com que o coração exerça um esforço maior do que o normal para que o sangue seja distribuído corretamente pelo organismo e, como consequência, há a dilatação do coração e danificação das artérias.


Alguns fatores de risco, como excesso de peso, consumo exagerado de sal, sedentarismo, tabagismo e estresse, contribuem para que a doença possa se desenvolver. Por isso, manter hábitos saudáveis, como adotar uma alimentação balanceada, é o primeiro passo para a prevenção e/ou redução da pressão arterial. Mas, por que a alimentação merece uma atenção especial? Continue a leitura e informe-se.



Sal como um dos maiores inimigos da pressão

O consumo exagerado de sal tem efeito direto na pressão arterial, pois o mesmo contribui para a retenção de líquido no organismo, causando a obstrução de vasos sanguíneos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde e a Sociedade Brasileira de Hipertensão, é recomendada tanto para hipertensos quanto para pessoas saudáveis a ingestão de 2 gramas de sal por dia, equivalente a 5 gramas do sal de cozinha. Contudo, a maioria dos brasileiros consome diariamente em torno de 10 a 12 gramas.


Para reduzir o consumo de sal, adotar estratégias como evitar alimentos industrializados e ultraprocessados (como embutidos, enlatados, salgadinhos, temperos e molhos prontos) faz total diferença na busca por uma melhor qualidade de vida. Mas, além do sal, existem outros alimentos que você deve evitar o consumo exagerado. Conheça cada um a seguir.

  • Laticínios - versões integradas possuem efeito negativo no bem-estar cardiovascular;

  • Chocolates - algumas versões possuem alto teor de gordura saturada;

  • Bebidas alcoólicas - o consumo excessivo eleva a pressão arterial, aumentando o risco de morte por doenças cardíacas;

  • Café - consumir mais de 3 xícaras de café por dia aumenta em até 4 vezes a chance de indivíduos elevarem os níveis da sua pressão arterial.


Como manter uma alimentação mais saudável?

  • Adote uma dieta rica em frutas;

  • Invista em carnes magras, como peixe, frango e cortes magros de carnes vermelhas;

  • Aposte em gorduras boas, como castanhas, amendoim, nozes, avelãs e azeite;

  • Dê preferência para laticínios com baixo teor de gordura, como leite e iogurte desnatados, queijo branco ou ricota;

  • Substitua sal por ervas aromáticas e temperos naturais.


Como se pode observar, manter uma alimentação equilibrada é bastante importante para prevenir e reduzir a pressão arterial, mas como toda e qualquer dieta, procurar a orientação de um nutricionista é essencial para garantir mais saúde e qualidade de vida.


Gostou da matéria? Compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a se informarem mais sobre o assunto.



Posts recentes

Ver tudo