Sarampo: quais sintomas, como prevenir e tratar.

O sarampo é uma doença infectocontagiosa, de natureza viral, provocada pelo Morbillivirus e pode ser transmitido por meio do contato com gotículas eliminadas pelo nariz, boca ou garganta da pessoa infectada, como espirro, fala ou tosse. A doença atinge homens e mulheres sem restrição de idade, entretanto, as crianças continuam sendo as mais atingidas, principalmente as desnutridas e menores de um ano de idade. O seu diagnóstico pode ocorrer com a realização do exame clínico e confirmado por meio de exame de sangue, quando necessário.


Quer saber mais sobre o sarampo? Quais os sintomas, o tratamento e como se prevenir? Continue a leitura e confira.

Quais os sintomas do sarampo?

Os sintomas se manifestam cerca de 10 a 14 dias após o contágio, porém, a pessoa contagiada pelo sarampo pode começar a transmitir a doença cerca de 5 dias antes mesmo dos sintomas aparecerem em seu próprio corpo. As principais manifestações são:

  • Febre alta, acima de 38,5°C;

  • Dor de cabeça;

  • Tosse;

  • Manchas vermelhas, primeiramente no rosto e atrás das orelhas, depois se espalham pelo corpo em direção aos pés;

  • Coriza;

  • Mal-estar;

  • Conjuntivite;

  • Perda do apetite;

  • Manchas brancas que aparecem na mucosa bucal, conhecidas como sinal de Koplik;

  • Otite;

  • Pneumonia.

Qual o tratamento do sarampo?

Não há um tratamento específico para o sarampo. Entretanto, para casos graves ou fatais em crianças, é recomendável a administração da vitamina A e, para os casos sem complicações, é necessário aliviar os sintomas e aumentar a imunidade do paciente. Em ambos, é preciso manter algumas medidas, como:

  • Ficar em repouso;

  • Beber bastante líquido para evitar a desidratação;

  • Manter uma alimentação saudável e leve;

  • Tomar antitérmicos para baixar a febre;

  • Tomar antibióticos quando houver recomendação médica.

Qual a melhor forma de prevenir o sarampo?

A vacina é a melhor forma de se proteger contra o sarampo. Todos os indivíduos de 1 a 29 anos de idade devem ter duas doses da vacina contra o sarampo para serem considerados protegidos. Para combater o avanço da doença, o Ministério da Saúde recomenda a “dose zero” para crianças de 6 a 11 meses e 29 dias, como uma dose extra que não substitui o calendário nacional de vacinação.

Quem não deve tomar a vacina contra o sarampo?

Por conter o vírus atenuado vivo, a vacina contra o sarampo não é indicada para crianças menores de 6 meses, gestantes e imunodeprimidos, pessoas cujo o sistema imunológico está enfraquecido.

Como evitar o sarampo?

  • Mantenha a sua vacina em dia, principalmente das crianças;

  • Devido o sarampo ser uma doença fortemente contagiosa e de caráter epidêmico, é importante alertar a comunidade para que medidas sejam tomadas e contornadas;

  • Procure um médico imediatamente, assim que os sintomas aparecerem, mesmo se já houver tomado a vacina;

  • Se for viajar para outro país, esteja com sua situação vacinal atualizada, conforme a orientação do Ministério da Saúde. Caso não esteja vacinado, procure um posto de saúde 15 dias antes da sua viagem.

Diante da leitura, fica claro a importância da vacinação como medida de prevenção contra o sarampo. Fique ligado em nosso blog para ficar cada vez mais informado e, se gostou desse artigo, compartilhe em suas redes sociais.

Posts recentes

Ver tudo